Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jovem Socialista - Órgão Oficial de Comunicação da Juventude Socialista

Jovem Socialista - Órgão Oficial de Comunicação da Juventude Socialista

27
Jul09

Jovem Socialista - Com José Sócrates, na primeira blog conf

Luís Pereira

Já a seguir, a partir das 17:30 com muitos blogs conhecidos, aqui.

 

Lista de participantes:

  1. Certamente! (Paulo Querido) http://pauloquerido.pt
  2. Blasfémias (a confirmar) http://blasfemias.net
  3. Tiago Moreira Ramalho http://oafilhado.blogs.sapo.pt
  4. País Relativo (João Jesus Caetano) http://paisrelativo.net
  5. O Valor das Ideias (Carlos Santos) http://ovalordasideias.blogspot.com
  6. Ad confessionem (João Ribeiro) http://adconfessionem.blogspot.com
  7. Rua Direita (Tomás Belchior) http://ruadireita.blogs.sapo.pt
  8. Câmara dos comuns (João Maria Condeixa) http://camaradecomuns.blogs.sapo.pt
  9. A Linha (Carlos Leone) http://clube-a-linha.blogspot.com
  10. Politiqueiro (Cláudia Köver) http://politiqueiro.wordpress.com
  11. Loja de Ideias (José Reis Santos) http://lojadeideias.blogspot.com
  12. A barbearia do senhor Luís (Luís Novaes Tito) http://barbearialnt.blogspot.com
  13. Miúdos Seguros na Net (Tito de Morais) http://miudossegurosnanet.blogs.sapo.pt
  14. Portugal dos pequeninos (João Gonçalves) http://portugaldospequeninos.blogspot.com
  15. Simplex (Tomás Vasques) http://simplex.blogs.sapo.pt
  16. Crónicas para mais tarde recordar (Raquel Silva) http://cronicasparamaistarderecordar.blogspot.com
  17. Bibliotecário de Babel (José Mário Silva) http://bibliotecariodebabel.com

Suplentes

  1. Estado Sentido (Samuel de Paiva Pires) http://estadosentido.blogs.sapo.pt
  2. Jamais (blogger a confirmar) http://jamais.blogs.sapo.pt
  3. Pinguins Magicos (Paulo Trezentos) http://pinguinsmagicos.blogs.sapo.pt
  4. Designerferro http://www.ferro.cc
  5. Bonae Fidei (Filipe Nascimento Lopes), http://bonaefidei.blogspot.com
  6. A Minha Gazeta (João Carlos Correia), http://www.joaoferreiracorreia.net
     
  7. Fliscorno (Jorge do Fliscorno), http://fliscorno.blogspot.com
     
  8. Interactic 2.0 escola com tic social (José Paulo Santos), http://interactic.ning.com

 

24
Jul09

Diferença PS - PSD

Luís Pereira

A campanha eleitoral está aí. As hostes do PS mobilizam-se na captação dos votos perdidos à esquerda. A tarefa é simples. Afinal, não defende Manuela Ferreira Leite a redução do Estado às suas funções de soberania (justiça, defesa, segurança pública)? Bem, a tarefa é mais complicada. MFL não vai fazer campanha apoiada na revolucionária privatização total dos serviços públicos. Seguirá uma estratégia mais «reformista». Ainda assim, é fácil prever o que será o seu neoliberal hipotético governo:

 

- Na economia, voltará a obsessão do défice e a defesa cega da ortodoxia monetarista do BCE. As ruinosas parcerias público-privadas serão promovidas como forma de desorçamentação e, ainda assim, o mais provável é o investimento estagnar (com um ligeiro aumento em período pré-eleitoral). As sobrantes participações públicas em indústrias estratégicas, onde a competição é impossível, como a energia, serão privatizadas. A legislação laboral será «flexibilizada» e o governo fechará os olhos aos abusos e ilegalidades (ex. recibos verdes) que proliferam no nosso mercado de trabalho.

 

- Na protecção social, um governo PSD promoverá o modelo assistencialista. A protecção dos desempregados será reduzida em nome do incentivo à busca de trabalho. As prestações sociais serão condicionadas ao entorno familiar dos potenciais beneficiários. A segurança social transferirá competências e recursos para o “terceiro sector”, numa espécie de «outsourcing social», promotor da concorrência entre prestadores, resultando na degradação de serviços e aumento da precariedade laboral.

 

- Na educação, a democracia será eliminada das escolas. Escolas municipalizadas, geridas como empresas por um director todo poderoso, competirão entre si e o sector privado, cada vez mais subsidiado pelo Estado. No ensino superior, o mais provável é a introdução de um modelo de gestão privada das universidades ao mesmo tempo que se reduzem as transferências do orçamento e se aumentam as propinas.

 

- Na saúde, um governo do PSD introduzirá preços em todos os serviços e promoverá a empresarialisação dos hospitais. Num gesto ousado, poderia mesmo introduzir vouchers neste sector para serviços actualmente inexistentes no SNS. O sector privado florescerá, com a consequente sangria de recursos humanos do sector público.

 

Em suma, MFL procurará mimetizar ou introduzir tout court o funcionamento de mercado nos serviços públicos. O núcleo neoliberal. Como certamente o PSD argumentará em sua defesa, a despesa social não diminuirá. No entanto, esta servirá sobretudo para encher os bolsos de uns tantos grupos económicos.

 

Face a este cenário, não será difícil ao PS captar o voto útil. Ninguém de esquerda quer um governo assim, pois não?...

20
Jul09

Benefícios do TGV para a economia - Obras Públicas - E agora PSD?

Luís Pereira

O novo estudo da RAVE mostra que o TGV Lisboa--Porto vai dar um prejuízo de dois mil milhões. Mas os benefícios para a economia suplantam os prejuízos.

 

A linha ferroviária de alta velocidade entre Lisboa e o Porto deverá gerar um benefício líquido para a economia nacional entre 5,4 e 5,8 mil milhões de euros ao longo dos 40 anos do prazo de concessão prevista para o projecto. Esta é a principal conclusão da última análise custo-benefício a esta linha do TGV, a que o Diário Económico teve acesso.

 

"Esta análise custo-benefício concluiu que a linha de alta velocidade Lisboa-Madrid proporciona uma TIR [taxa interna de rentabilidade] de 10,8% e um VAL [valor actualizado líquido] económico, isto é a diferença entre custos e receitas de cerca de três mil milhões de euros, descontado a uma taxa de 5% ao ano, como obriga a União Europeia, apenas para os 40 anos previstos da concessão, e não para o prazo de vida da infra-estrutura, que será muito superior", revela Carlos Fernandes, administrador da RAVE, ao Diário Económico.

 

A nova ponte para comboios e carros entre Chelas e o Barreiro deverá gerar benefícios económicos de quase 10 mil milhões de euros, segundo a RAVE.

 

Com a divulgação do estudo sobre a linha Lisboa-Porto, o conjunto das análises custo-benefício do projecto de alta velocidade ferroviária em Portugal está agora totalmente disponível ao público, sendo o grande destaque o projecto da TTT - Terceira Travessia do Tejo, analisada nas vertente ferroviária (convencional e alta velocidade) e rodoviária.

17
Jul09

Lisboa - Uma solução de esquerda

Luís Pereira

Finalmente Manuel Alegre veio a público defender um acordo entre Helena Roseta e António Costa e esse bom sinal concluiu-se com um acordo quase histórico. Afinal, ainda há soluções de governo à esquerda, pelo menos em Lisboa, pessoas que colocam os interesses da cidade acima dos pessoais.

 

António Costa conseguiu juntar num projecto duas importantes figuras de esquerda da cidade, José Sá Fernandes e Helena Roseta. Um facto político importante, quando do outro lado temos uma direita que se juntou com único objectivo de voltar a levar Santana Lopes ao poder.

 

Um senhor tão interessado e comprometido com Lisboa, que quando perder a primeira coisa que vai fazer é ir embora...nem assume a responsabilidade pessoal e política de ficar como vereador.

17
Jul09

Portugal está entre estados mais viáveis do mundo

Luís Pereira

Portugal encontra-se entre os melhor classificados no ranking dos estados mais viáveis do mundo, ficando à frente de países como Estados Unidos, França e Reino Unido. Os resultados são apresentados por duas instituições internacionais, uma norte-americana e outra turca.

 

Portugal encontra-se no 24º lugar no ranking dos estados mais viáveis do mundo, depois de já ter ocupado uma posição bem mais baixa, estando agora à frente de muitos países desenvolvidos, como França, Alemanha, Espanha e Reino Unido.

 

O Estado português não regista conflitos étnicos ou religiosos, oferece um vasto leque de serviços aos cidadãos, destacando-se também o respeito dos direitos humanos e a legitimidade das forças da ordem.

 

Portugal poderia ter ficado melhor classificado se não fosse a forte quebra da economia portuguesa, as desigualdades sociais e a baixa taxa de natalidade.

Noruega, Finlândia, Suécia, Suíça, Irlanda, Dinamarca Nova Zelândia e Austrália encontram-se entre os países mais funcionais.

 

Por outro lado, o índice dos estados mais falhados do mundo é liderado pela Somália, onde nada funciona devido a dissolução do estado e onde impera a insegurança. Zimbabué, Sudão, Chade, Congo, Iraque e Paquistão são outros países que estão no topo desta lista.

Pág. 1/4

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D