Domingo, 03.05.09

 

Todos nós somos capazes de recordar o choque que, há uns anos, foi a “crise das vacas loucas” ou da BSE. Tratava-se de uma doença degenerativa do gado bovino que havia surgido na Inglaterra em meados da década do 80 e, durante alguns anos, alterou padrões de consumo de carne. Pior que isso foi saber que ela era transmissível aos homens, provocando uma nova variante da doença de Creutzfeldt-Jakob. O agente patogénico era uma proteína, o prião.
Em última ratio, os animais que eram retirados da cadeia alimentar humana (fosse pelo que fosse) eram utilizados para a fabricação de farinha de carne e ossos. A alteração que se quis implementar (mesmo sem dolo) é simples de explicar: os bovinos são herbívoros e não carnívoros. Se lhes dão carne como comida, as alterações no organismo e a transmissão de doenças são, por conseguinte, inevitáveis. Tanto são que o foram mesmo…
No hodierno, a Gripe A – H1N1 é reconduzida aos porcos. Eles geraram uma mutação na gripe aviária que, já há alguns anos, nos amedrontou. Porquê?
Em 1966, havia nos EUA 53 milhões de porcos, distribuídos por uma milhão de quintas e granjas. Nos dias de hoje, esse valor é de 65 milhões que se confinam a 65 mil instalações. Não é difícil imaginar as condições em que este animais vivem. Só para ter uma imagem, pense-se na quantidade de calor que estes animais têm de aguentar, a quantidade de esterco, a quantidade de agentes patogénicos nefastos que ali circulam e o terreno fértil que este ambiente é para a propagação e mutação de doenças como, neste caso, o vírus H1N1.
A história parece cíclica. Da mesma forma, parece que ninguém aprende nada com o que a história nos ensina. A recente transmissão da gripe de um humano para suínos no Canadá, traz novas preocupações e uma precaução que tem de ser redobrada.
Se este vírus ainda não é forte, não deixará certamente de ter hospedeiros para se mutar… E aí é que “a porca torcerá o rabo”!

sinto-me

João Correia às 19:16 | link do post | comentar

Dia da mãe!


sinto-me
tags:

João Correia às 11:10 | link do post | comentar

pesquisar...
 
Artigos recentes

A culpa é dos porcos?

Hoje é

aCima & aBaixo

Ensino Superior com mais vagas

Começa amanha a primeira fase de
acesso ao ensino superior público
com mais 4% de vagasque em 2009.
Vão abrir mais 2068 vagas, sobretudo
nos horarios pós-laborais.
O Governo assinou em Janeiro
um “contrato de confiança” no qual
garante mais fundos com o
compromisso de que se aumentem
as oportunidades de
licenciatura e mestrados à
população activa.
É uma aposta no ensino superior
que não deixa de ter em conta a
produtividade e crescimento do país,
gerando mão-de-obra mais qualificada.

Deputados ausentes

Em nove meses de legislatura
podem ser contabilizadas 652 faltas.
Mesmo após o aviso do presidente
da Assembleia da República, Jaime
Gama, em que diz que não se aceitam
"deputados em part-time" contnua a
existir uma media elevada
de faltas, muitas delas injustificadas.
A assiduidade é um dos factores
que mais descredibiliza os deputados,
e toda a politica representativa.
A bancada com mais faltas é
a do PSD, que é responsável por cerca
de metade das faltas desde o início
da legislatura, seguida pelo CDS.
Os motivos apresentados são
variados mas as faltas continuam
a incidir sobre feriados com
pontes, como o 10 de Junho.
A assiduidade tem, contudo,
vindo a melhorar, com mais controlo
por parte do presidente da Assembleia.



Inês Mendes, 12/07/2010
links
Sotão

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds