Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Inauguro hoje a minha participação no blog do Jovem Socialista para falar do JS Summer Fest dos passados dias 27, 28 e 29. Foram três dias verdadeiramente memoráveis. A Juventude Socialista é uma estrutura de jovens altamente motivados. Todos nós já sabíamos. É uma estrutura empenhada e activa que se bate pelos ideais e causas da esquerda democrática. Também todos sabíamos. E, no entanto, é uma estrutura que não deixa de me surpreender.

 

Durante três dias conseguimos, todos, aliar trabalho árduo com convívio e diversão. Realizámos cinco Campus JS com excelentes oradores (Estratégias para o Crescimento, O nosso compromisso político, Energias Renováveis e Eficiência, Qualificação e Emprego e Igualdade) – o que demonstra que não estávamos ali pela praia e pelas festas. Mas também tivemos praia e festas.

 

Muitos dos jovens que estiveram presentes nunca tinham tido qualquer contacto com um evento de cariz político e muitos deles nunca votaram. Quando me perguntam como atrair jovens para a participação política e cívica, respondo sempre que a solução tem, necessariamente, que passar por iniciativas deste tipo. Evidentemente, não esperamos que os cerca de dois mil jovens presentes tenham saído de Santa Cruz preparados para falar com profundidade sobre qualquer dos temas abordados. Mas temos a certeza que, na maior parte deles, conseguimos incutir interesse pela política – temos meio caminho andado.

E é também assim que se vão mudando mentalidades. Sem falsos moralismos. Sem pretender dar lições de como se deve ou não fazer política.

 

Serve isto para deixar o meu agradecimento a todos os militantes e simpatizantes que fizeram com que o JS Summer Fest fosse um sucesso. Sem o vosso apoio, colaboração e entusiasmo, nada disto seria possível.

 

Temos dois importantes e difíceis combates pela frente mas temos também uma JS à altura. Força JS!



Mafalda Serrasqueiro às 01:33 | link do post | comentar

1 comentário:
De Soraia Baltazar a 13 de Setembro de 2009 às 15:31
Pelo campus e Faraó andavam dois fotógrafos, eu gostaria que me indicassem por favor onde posso ver as fotos tiradas por ambos no JS Summer Fest.
Com os melhores cumprimentos, Soraia Baltazar.

Deixo o meu e-mail para contactarem - soraiabtz@hotmail.com


Comentar post

pesquisar...
 
Artigos recentes

Progressividade fiscal e ...

Cidadania europeia: o nov...

O progresso...

@ convidad@ da semana - J...

O Homem a fazer de Deus

O gineceu político do PSD

@ convidad@ da semana - C...

Os tiros nos pés do PS

A Democracia Hoje

NotíciasJS - 1.º Noticiár...

Jovem Socialista - Jornal...

Assim vai Cuba...

@ convidad@ da semana - P...

Jovem Socialista Poadcast...

JS em Entrevista - Progra...

Quid iuris?

@ convidad@ da semana - P...

Repugnante

Curtas

@ Convidad@ da Semana - J...

EUA: fez-se história

@ convidad@ da semana - M...

PSD... ou PCP ? ou o desn...

Democracia ao estilo do P...

A pérola II

A pérola

A Europa continua a ser v...

Futurália

"Virou-se o feitiço contr...

Lendo as notícias de hoje...

Frase do dia

MMG

Edições impressas do Jove...

Acompanhe todas as notíci...

Princípios da Administraç...

Da série "aos 10 anos já ...

Da série "aos 10 anos já ...

Da série "aos 10 anos já ...

Neda,

Mutilação Genital Feminin...

Orgulho em ser socialista

Dos EUA...

Por uma política com "P" ...

É da vida...

Notícias que interessam: ...

aCima & aBaixo

Ensino Superior com mais vagas

Começa amanha a primeira fase de
acesso ao ensino superior público
com mais 4% de vagasque em 2009.
Vão abrir mais 2068 vagas, sobretudo
nos horarios pós-laborais.
O Governo assinou em Janeiro
um “contrato de confiança” no qual
garante mais fundos com o
compromisso de que se aumentem
as oportunidades de
licenciatura e mestrados à
população activa.
É uma aposta no ensino superior
que não deixa de ter em conta a
produtividade e crescimento do país,
gerando mão-de-obra mais qualificada.

Deputados ausentes

Em nove meses de legislatura
podem ser contabilizadas 652 faltas.
Mesmo após o aviso do presidente
da Assembleia da República, Jaime
Gama, em que diz que não se aceitam
"deputados em part-time" contnua a
existir uma media elevada
de faltas, muitas delas injustificadas.
A assiduidade é um dos factores
que mais descredibiliza os deputados,
e toda a politica representativa.
A bancada com mais faltas é
a do PSD, que é responsável por cerca
de metade das faltas desde o início
da legislatura, seguida pelo CDS.
Os motivos apresentados são
variados mas as faltas continuam
a incidir sobre feriados com
pontes, como o 10 de Junho.
A assiduidade tem, contudo,
vindo a melhorar, com mais controlo
por parte do presidente da Assembleia.



Inês Mendes, 12/07/2010
links
Sotão

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds